simposio terapia intensiva

Simpósio de Terapia Intensiva do Hospital Leforte apresenta inovações na área

3 jun 2019 Releases

Abordagem transfusional guiada por testes laboratoriais remotos minimiza uso de sangue e componentes e reduz complicações em pacientes de terapia intensiva

O Hospital Leforte irá promover no próximo dia 27 de junho, em São Paulo, o Simpósio de Terapia Intensiva, com a participação de médicos especialistas, que discutirão os principais temas ligados à área de maneira prática, objetiva e atualizada. A coordenação é de Tomaz Crochemore, médico intensivista responsável pelas UTIs das unidades Morumbi e Liberdade do Grupo Leforte.

O evento contará com certificação e pontuação pela Comissão Nacional de Acreditação (CNA). A programação de um dia inclui aspectos como Abordagem Atual na Síndrome Coronariana Aguda, Antibióticoterapia Empírica na UTI, Abordagem Atual no Choque Hemorrágico, Manejo Pós-Operatório no Transplante Hepático e do Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVCI).

“O profissional que atua em uma UTI precisa agir de maneira rápida, precisa e efetiva, nas primeiras horas ouro da chegada do paciente no setor. Isto só é possível com o conhecimento técnico consistente e atualizado”, reforça Crochemore. O especialista apresentará durante o Simpósio aspectos relacionados ao manejo atual do sangramento no choque hemorrágico guiado por tromboelastometria, inclusive mostrará os resultados obtidos com esta prática no Leforte.

A ferramenta é capaz de avaliar o sistema de coagulação e orientar a necessidade de transfusão de sangue em pacientes graves, com impacto positivo em termos de morbidade e de mortalidade.  No Brasil, o Leforte é pioneiro em utilizar a tromboelastometria integrada à teste remoto de avaliação de função plaquetária, o que torna a avalição das coagulopatias mais precisa e completa, diferenciando o hospital nesta área.

Evidências científicas apontam que o uso da ferramenta consegue reduzir a necessidade transfusional de sangue e de componentes em diferentes cenários clínicos de pacientes graves (cirurgias cardíacas, em pacientes oncológicos ou transplantes, por exemplo), reduzindo os efeitos adversos com o hemocomponente e também o custo do tratamento.

O teste laboratorial remoto avalia a função do sistema de coagulação de forma global, dinâmica e contemporânea, identificando a causa especifica da coagulopatia. A partir dessas informações, é possível guiar o tratamento para controlar o sangramento, muitas vezes com drogas hemostáticas, ao invés da transfusão de componentes sanguíneos, mesmo em pacientes com contagem baixa de plaquetas.

A nova técnica foi apresentada por Crochemore em 2018, na 64ª Reunião Anual da Comissão Científica e de Padronização da Sociedade Internacional sobre Trombose e Hemostase, realizada em Dublin, na Irlanda.

“Estamos falando de um procedimento que é bastante utilizado na Europa pelos bons resultados, mas que ainda enfrenta resistência no Brasil. Nosso objetivo neste evento é também reforçar a sua importância e incentivar sua adoção nas práticas hospitalares dentro de uma UTI”, afirma o especialista.

Serviço:
Simpósio de Terapia Intensiva

Data: 27/06/2019
Inscrições: Até 20/06
Horário: das 08h às 17h
Local : Renaissance São Paulo Hotel
Endereço: Endereço: Alameda Santos, 2233 – Cerqueira César
Mais informações: https://www.leforte.com.br/i-simposio-de-terapia-intensiva/

Sobre o Leforte

Atualmente, o Grupo Leforte possui três unidades hospitalares que somam 620 leitos, sendo duas em São Paulo, nos bairros da Liberdade e do Morumbi, e outra em Santo André, no ABC Paulista. Também possui unidades especializadas em Oncologia, em Higienópolis, Alphaville e Osasco, e uma voltada para Pediatria, em Santo Amaro, além de policlínicas em Alphaville e Cotia.  O Leforte é o Hospital Oficial do GP Brasil de Fórmula 1.

Search

+