câncer de mama

Quais são os exames para detectar câncer de mama?


Inicialmente, toda mulher deve ter o hábito de fazer o autoexame. A palpação das mamas é muito importante e por meio da sensibilidade, é possível detectar caroços precocemente. A partir daí, a mulher precisa procurar o quanto antes um especialista.

De qualquer forma, depois dos 40 anos, a mulher deve ter a mamografia entre seus exames de rotina. E conforme a idade avança ou um perfil mais ou menos pré-disposto a desenvolver câncer de mama (histórico na família), os médicos costumam associar outros exames à mamografia. Isso porque o diagnóstico precoce aumenta consideravelmente as chances de cura.

Veja quais são e os exames mais habituais na detecção do câncer de mama:

 

Mamografia Tradicional

O exame no mamógrafo consiste em um raio-x especial, em que a mama é comprimida entre duas placas de acrílico. É eficaz no diagnóstico precoce e detecta tumores de até 1cm (nódulos, calcificações e microcalcificações). Embora seja garantido por lei a todas as mulheres a partir dos 40 anos, o SUS prioriza a faixa etária a partir dos 50 anos.

 

Mamografia Digital

Da mesma forma, comprime a mama entre duas chapas acrílicas, porém em leitura digitalizada, por meio de programa de computador. É mais rápido, com menos exposição à radiação e menos pressão das placas sobre as mamas – assim, o desconforto é amenizado. Consegue detectar tumores de até 0,03mm.

 

Ultrassom e Ecografia

Não é um exame único para a mama, e a investigação é por meio de imagens feitas por ecos. É mais minucioso que a mamografia.

 

Ressonância Magnética

As imagens são feitas por ressonância, que é uma reverberação, ou seja, a reposta ao estímulo produzido por radiofrequência ou ondas de rádio. Possui eficácia no rastreamento e detecção precoce de tumores em homens, mulheres mais jovens e mulheres com mamas mais densas.

 

Termografia

Discos adesivos e almofadados posicionados sobre as mamas por 15 minutos. O registro ocorre com o uso de calor.

 

Mamotomia

Utilizado quando há necessidade de fazer uma biópsia de mama. O exame, feito de bruços (em uma cama com um buraco onde o peito é encaixado), possui muita precisão, pois há suporte da mamografia digital para localizar a lesão. Realizado em ambiente ambulatorial, substitui em muitos casos pode substituir a biópsia cirúrgica.

Assista ao vídeo do mastologista do Hospital Leforte Morumbi, Edgar Navarro, sobre o câncer de mama.

Search

+