emagrecer

Promessas para 2020: emagrecer só com ajuda de especialista

7 fev 2020 Releases

Segundo nutricionista do Hospital Leforte Liberdade seguir dietas sem ajuda profissional traz diversos riscos para a saúde

Em toda virada de ano os brasileiros fazem diversas promessas para os próximos 12 meses. E uma delas sempre está lá: a mudança de hábitos de vida e alimentares, não só com o objetivo de perder peso, mas também de melhorar a saúde no geral.

É aí que muitas pessoas optam pelas famosas dietas da moda, que prometem emagrecimento rápido e saudável, eliminando determinados alimentos do cardápio e exagerando na ingestão de outros. Mas, alterações radicais na alimentação, sem ter um acompanhamento médico, podem colocar a saúde em risco.

“Dietas sem acompanhamento são restritivas e não levam em conta o estado de saúde, hábitos alimentares e o estilo de vida do indivíduo. Esses métodos não têm preocupação em promover educação nutricional e, o mais complicado: não conseguem acompanhar a manutenção do peso perdido”, diz Marisa Diniz, nutricionista do Hospital Leforte Liberdade.

A especialista ainda explica que, para alcançar um emagrecimento saudável, é necessário descobrir a motivação real de se buscar uma dieta. “Muitos prejuízos podem ser causados por regimes de emagrecimento realizados sem adequada avaliação de um profissional. Uma dieta equivocada pode causar transtornos alimentares e trazer riscos à saúde, como deficiência de nutrientes, alterações hormonais, aumento do colesterol, perda de massa muscular e até problemas cardíacos”, completa.

O excesso de peso e a obesidade são problemas de saúde cada vez mais comuns entre os brasileiros. O último levantamento divulgado pela Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), do Ministério da Saúde, apontou que, em 2018, 55,7% da população brasileira tem excesso de peso. O problema é mais comum entre os homens, com prevalência de 57,7%. Já entre as mulheres, o índice é de 50,5%.

Search

+