Janeiro Branco

Por uma cultura da saúde mental

De acordo com pesquisa da International Stress Management Association no Brasil (Isma-BR), organização sem fins lucrativos, revelou que nove em cada dez brasileiros que atuam no mercado de trabalho manifestam sintomas de ansiedade em diferentes níveis. E quase a metade (47%) apresenta algum grau de depressão.

Leia mais sobre os sintomas físicos causados pela ansiedade.

 

 

Problemas envolvendo saúde mental e emocional são cada vez mais comuns e têm representado um grande desafio para profissionais da área da saúde. Tanto que janeiro, além de ser mês de alerta ao combate e prevenção do câncer de colo de útero (Janeiro Verde), foi também escolhido para chamar a atenção sobre a importância de cuidar da saúde mental e das emoções.

O Janeiro Branco foi criado em 2014, em Minas Gerais, e se expande em todo o território brasileiro. O objetivo é incluí-lo de vez na agenda nacional, com ampla divulgação nos canais de comunicação. Entre as frases divulgadas na campanha de 2019 estão “Por uma cultura da saúde mental” e “Quem cuida da mente, cuida da vida”.

Brasil no topo do ranking

Dados fornecidos em 2017 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam a sociedade brasileira como recordista em casos de depressão na América Latina e campeã mundial em relação à ansiedade. Além disso, outro número traz um importante alerta: somos, na América Central e na América do Sul, o 4° país no ranking de crescimento de taxas de suicídio entre os jovens.

Por isso é tão importante ter atenção e cuidado com quem aparenta apatia, tristeza, desinteresse pelas coisas, que prefere a solidão à companhia de amigos e da família. É comum quem sofre de ansiedade ou depressão se isolar. E conseguir ajudar quem passa por isso faz toda a diferença.

Search

+