A relação entre câncer de cabeça e pescoço e HPV

A relação entre câncer de cabeça e pescoço e HPV


Em 2017, o Ministério da Saúde ampliou a vacinação contra o HPV, definindo como público-alvo da campanha adolescentes com idades entre 11 e 15 anos. A adesão à campanha está abaixo do esperado, e o Julho Verde tem ajudado a conscientizar sobre a importância da vacinação.

Isso porque o Papilomavirus Humano (HPV), transmitido pelo contato direto com a pele em relações sexuais, tem contribuído para o aumento do número de casos de câncer de cabeça e pescoço, e em jovens.

O oncologista clínico Hezio Jadir Fernandes Junior, do Leforte Oncologia explica:

“Em países da Europa e nos Estados Unidos, essa situação está bem evidente. No Brasil, a questão do câncer de cabeça e pescoço ainda está muito relacionada ao consumo excessivo de álcool, ao tabagismo e a fatores sociais, pois a alimentação e as condições de higiene bucal também influenciam. Porém, estamos percebendo um aumento sensível de casos da doença em jovens, decorrente do HPV”.

De acordo com o médico, existem sete tipos de câncer relacionados ao HP, mas as maiores incidências são câncer de boca, de base de língua e de garganta (amídalas), tanto em homens como em mulheres. A contaminação se dá muito provavelmente no sexo oral, e os subtipos de HPV 16 e 18 são os mais comuns.

Nos Estados Unidos, existe uma campanha bastante contundente chamando para a vacinação em massa contra o HPV e a expectativa é de, na próxima década, reduzir expressivamente a incidência câncer. No Brasil, já são dez anos da existência da vacina.

 

Leia Mais artigos de Julho Verde:

População desconhece câncer de cabeça e pescoço

Atenção aos sinais e prevenção do câncer de cabeça ou pescoço

Você sabe o que é o Julho Verde?

Search

+