Vacina gripe

Gripe: devo tomar vacina e vacinar minha família?

A partir de abril, intensificam-se as ações para o estímulo da vacinação contra o vírus influenza, que causa gripe. Embora essas campanhas sejam habituais e ocorram todos os anos, ainda existem dúvidas sobre possíveis riscos da vacinação e, consequentemente, se o mais adequado é se vacinar.

É importante esclarecer que existem dois tipos de vacina: a atenuada, feita com agentes infecciosos (vírus ou bactéria) vivos, porém extremamente enfraquecidos; e a inativada, feita com agentes infecciosos mortos, alterados, ou apenas partículas dele.

A vacina contra gripe é do tipo inativada, feita com proteínas de cepas (linhagens) do vírus influenza definidas ano a ano conforme orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essas proteínas são cultivadas em ovos embrionados de galinha, razão pela qual as vacinas possuem traços de proteínas do ovo.

Existe a vacina trivalente, com duas cepas de vírus A e uma cepa de vírus B, e quadrivalente, com duas cepas de vírus A e duas cepas de vírus B.

“Tomar a vacina anualmente é muito importante, porque a gripe pode ter consequências sérias, como pneumonia. Segundo a OMS, mais de 650 mil pessoas morrem todos os anos por causa da gripe. E há duas razões primordiais para se vacinar anualmente: a vacina tem validade de aproximadamente nove meses no organismo, e o influenza tem diversos subtipos, que podem mudar de um ano para o outro. Então, a nova vacina protegerá contra os vírus que estiverem circulando com mais intensidade”, reforça a médica infectologista do Grupo Leforte, Carolina Toniolo Zenatti.

A Sociedade Brasileira de Imunizações (Sbim) recomenda a vacina da gripe para todas as pessoas a partir de 6 meses de vida, principalmente quem apresenta maior risco para infecções respiratórias e complicações, inclusive desenvolvendo a forma grave da doença, como idosos, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, trabalhadores de saúde, professores das escolas públicas e privadas, indígenas e população privada de liberdade. A contraindicação é para pessoas com anafilaxia (alergia grave) a um ou mais componentes da vacina ou à dose anterior.

O Grupo Leforte oferece a vacina da gripe em seus centros de imunização.

Acesse aqui para saber mais. Devido a grande procura, entre em contato para se certificar da disponibilidade das doses.

Search

+