Pediatria

Doenças sazonais mais comuns da infância


São muitas as dúvidas e preocupações dos pais sobre as possíveis doenças que podem acometer os pequenos. A cada época do ano, aumentam os casos de determinadas doenças e é de muita valia saber quais são as principais e como evitá-las.

 

VERÃO

Sol, calor, praia, piscina. O verão é uma estação que agrada a todos, especialmente às crianças. Mais livres, elas podem criar mil e uma brincadeiras, e o melhor de tudo: ao ar livre. Isso é muito saudável para o desenvolvimento da criança, por outro lado, porém, a estação pode aumentar a incidência de algumas doenças.

A Dra. Talita L. Rizzini Holtel, coordenadora da Pediatria Clínica do Hospital Leforte, afirma que as doenças mais comuns da estação e que levam muitas crianças ao pronto-socorro são:

• Desidratação
• Intoxicação alimentar
• Otite
• Conjuntivite
• Micoses
• Insolação
• Bicho geográfico
• Picadas de insetos
• Dengue
• Brotoejas

Para evitar problemas de saúde durante a estação, a Dra. Talita lista algumas dicas simples e fácies de serem seguidas:

• Não exponha a criança ao sol forte e por longos períodos de tempo (sol só nos horários seguros – até às 10h e após ás 16h – e com intervalos na sombra)
• Coloque roupas leves nas crianças e de preferência que ofereçam proteção contra os raios UVA e UVB, além disso, um boné ou chapéu para proteger a cabeça e os olhos
• Passe sempre protetor solar (em crianças acima de seis meses)
• Não deixe a criança com roupas úmidas
• Não deixe a criança ficar por longos períodos de tempo dentro da água
• Ofereça muito líquido: água potável ou sucos naturais
• Lave bem os alimentos, especialmente frutas e legumes
• Ofereça alimentos de origem segura
• Ofereça alimentos leves e evite frituras, alimentos crus ou industrializados
• Evite locais fechados e abafados
• Passe repelente indicado para a faixa etária

Veja mais informações no Especial de Verão:

 

INVERNO

Após meses aproveitando a vida ao ar livre, pouco a pouco os dias vão ficando mais frios e as pessoas vão se trancando mais em ambientes fechados. Nessa época do ano, aumentam os casos de outros tipos de doenças nas crianças:

• Bronquiolite
• Asma
• Gripe
• Resfriado
• Pneumonia
• Rinite
• Sinusite
• Faringite
• Amigdalite

A Dra. Talita indica algumas dicas para evitar a ocorrência das doenças mais comuns do inverno:

• Não leve crianças resfriadas para a escola ou para a creche (além do repouso necessário para a pronta recuperação, evita-se que o vírus da doença seja transmitido para outras crianças)

• Evite que pessoas com gripes ou resfriados fiquem em contato direto com as crianças, especialmente se for um bebê, mesmo que dentro da própria casa (no caso dos pais ou dos irmãos maiores estarem resfriados, é recomendado o uso de máscaras comuns, encontradas facilmente em farmácias, quando estão perto dessas crianças)

• Evite sair de casa com bebês menores de quatro meses de idade para lugares com aglomeração de pessoas (nessa idade, as defesas do organismo ainda não estão desenvolvidas, o que os torna muito mais propensos a contrair doenças)

• Mantenha a vacinação indicada em dia

• Faça o aleitamento materno (além de ser o alimento ideal para os bebês até o sexto mês de vida, transmite anticorpos da mãe, o que os protegerá de um grande número de doenças)

• Mantenha a casa e principalmente o quarto das crianças arejados e limpos (é importante não ter nada que possa acumular pó, pois os ácaros – grandes causadores de alergias respiratórias – costumam se fixar em objetos como bichinhos de pelúcia, tapetes, cortinas, protetor de berço, mosquiteiro, almofadas, caixas de brinquedos, entre outros)

• Não fume e não permita que fumem dentro de casa, em nenhum cômodo (a fumaça de cigarros irrita as vias respiratórias)

• Preferencialmente, mantenha os animais de estimação no quintal

• Use umidificador nos ambientes nos quais a criança passa a maior tempo (nessa época do ano o clima costuma ser mais seco, e umidificando o ambiente é possível amenizar possíveis irritações de pele e mucosas)

Por fim, a Dra. lembra que independentemente da época do ano “é importante consultar sempre um pediatra e procurar evitar idas ao pronto-socorro que estejam muito lotados com o seu filho sem necessidade pois neste local ele poderá ficar ao lado de outras crianças que podem estar com doenças contagiosas graves”.

Search

+